Início / Notícias / Cupim / Perguntas e Respostas sobre Cupins




Perguntas e Respostas sobre Cupins


- Como posso detectar a presença de cupim?

A presença do cupim pode ser detectada por resíduos granulosos conhecidos popularmente como “pozinho de cupim”. Esses grânulos, quando novos, apresentam a cor da madeira infestada, mas com o tempo tornam-se escuros. Outra forma para detectar a presença de cupins é pelo encontro de asas iridescentes, que refletem as cores do ar iris . também no caso do subterrâneo os “túneis de terra” nas paredes, por ruídos (como estalos) provocados pela mandíbula do cupim ao se alimentar da madeira ou, ainda, quando pressionamos uma superfície intacta esta se deforma ou se quebra facilmente apenas com a simples pressão dos dedos.


- Em que condições podem sobreviver os cupins?

Alguns cupins, especialmente os que vivem em solo, têm condições de se adaptar ao clima  com eficiência sobrevivendo, tanto em clima seco e frio como quente e úmido. Os que vivem em madeira seca são mais sensíveis às condições essas oscilações de clima 


- O querosene mata os cupins?

O querosene pode matar um cupim, mas não garante a prevenção para ataques futuros, pois não tem efeito residual quando aplicado. De fato funciona apenas como um solvente auxiliar para aplicação de cupinicidas porém vale ressaltar o risco de incêndio.


- Quanto tempo vive um cupim?

Por exemplo, a espécie Coptotermes gestroi, uma das principais pragas urbanas conhecidas, vive de três a cinco anos. No entanto, a rainha formadora de colônia desta espécie pode viver por quinze anos ou mais.


- Que tipos de madeiras os cupins mais atacam?

Os cupins podem atacar a madeira seca (usada para construir estruturas ou mobiliários) e algumas árvores, dentre elas acácia, eucaliptos, pinus , palmeiras e pinheiros e até madeiras mais nobres


- Tenho um móvel com Cupins, o que devo fazer?

Tratamento. Não jogue fora ou dê um móvel simplesmente por que está com cupim, pois de alguma forma estamos contribuindo para o aumento de novas infestações na maioria dos casos têm soluções eficientes, compensando o tratamento. 

- O que os Cupins comem?

Sua alimentação consiste basicamente de celulose encontrada em papel, madeira, revestimento de cabos elétricos, plantas, etc, para obtê-la são capazes de destruir e atravessar materiais como: borracha, plástico, gesso, alvenaria, concreto, etc., causando danos como desabamentos, incêndios e estragos em geral.


- Os Cupins deixam vestígios iguais?

Não, o cupim subterrâneo deixa túneis na terra e uma substância escura ou com a presença em paredes, estruturas de madeira ( batentes, rodapés ) perto das tomadas elétricas, costuma deixar o famoso pozinho granulado.


- O que faço para saber se o imóvel está atacado por Cupins?

Normalmente só se descobre quando o problema já está instalado, porém é importante a inspeção nos locais de possíveis ataques como: estruturas de telhado, batentes de portas e móveis a fim de identificar se há indícios de cupins e adiantar o tratamento antes que o quadro se agrave, o ideal é chamar uma empresa especializada para fazer um serviço preventivo antes da construção, reforma, compra do imóvel ou da mudança.

- Como evitar Cupim de Madeira

Algumas medidas preventivas podem ser tomadas de modo a se evitar uma infestação por cupins de madeira seca. 

a) Uso de telas:

A instalação de telas em janelas e portas, por exemplo, é uma medida simples que evita a entrada de reprodutores alados (“siriris” ou “aleluias”) durante as revoadas. 

b) Utilização de madeiras nobres:

Madeiras nobres, como peroba, ipê e aroeira são mais resistentes aos ataques dos cupins. Entretanto, essa não é uma medida tão simples de ser tomada, pois essas madeiras são extremamente caras e escassas no mercado, sendo consideradas em extinção para a comercialização devido à sua exploração exagerada.

c) Utilização de madeiras tratadas: 

Pode-se utilizar madeira de reflorestamento que esteja previamente tratada com metodologia de autoclave onde há uma garantia prologada, evitando o ataque dos cupins.


- Cupins comem roupa ?

Muitos tecidos utilizados em roupas são feitos de plantas, incluindo algodão e linho, tudo que contenha celulose pode ser uma fonte de alimento para o cupim, portanto, eles não pensarão duas vezes antes de comer roupas.


- Cupins comem concreto? 

Não. Somente estruturas de madeira. Os cupins podem danificar  pelo trânsito e umidade mas não consomem. O gesso, por conter material celulósico na liga que o compõe, pode ser atacado pelo cupim. 


- Cupins comem livros?

Sim - Algumas espécies de cupins podem comer livros caso não encontrem madeira  ou esses livros estejam sobre madeiras infestadas . O papel dos livros lhes fornece algum sustento, mas devido às tintas e outros produtos químicos usados na fabricação, comer livros não é um hábito a ser mantido a longo prazo.

- Todas as espécies de cupins são pragas?

Na verdade, a grande maioria não é prejudicial. No Brasil, das 300 espécies descritas apenas 10% podem ser consideradas pragas.


- Quais métodos de combate aos cupins são utilizados hoje?

Utilizam-se inseticidas que tenham registro no Ministério da Saúde. Estes inseticidas devem ser injetados com alta pressão nas perfurações circulares deixadas pelos cupins.


- Existe algum tipo de produto que posso aplicar na madeira para prevenir os cupins?

Sim. Há inseticidas que podem ser aplicados sobre a madeira pelos processos de aspersão (pulverização), pincelamento e/ou imersão e dar uma maior durabilidade a madeira contra fungos e prevenção contra cupins.


- A descupinização contra o cupim presente em solo prejudica a terra?

Se o produto químico não for corretamente aplicado no solo pode haver risco de contaminação ambiental, em especial se atingir, por exemplo, algum lençol freático, as técnica e equipamentos utilizados são de alta precisão.


- Os cupins desenvolveram resistência frente ao uso de inseticidas?

Não. Em geral, os inseticidas apresentam eficiência igual ou superior a 90%, a eficiência não está no inseticida e sim na técnica de aplicação pois os cupins em sua maioria são muito sensíveis a químicos 


- Existe algum meio para eliminar os cupins sem o uso de inseticidas?

Há o tratamento térmico, que consiste em submeter a madeira a um calor de 66ºC por uma hora e trinta minutos. Também podem ser eliminados se colocados no freezer (-20°C) por cerca de uma semana. Estas duas técnicas só são válidas para itens de porte pequeno. Há o tratamento com iscas, que contém uma quantidade mínima de inseticida e que, por isso, não prejudica o meio ambiente. Existe também o tratamento com descargas elétricas, mas esta tecnologia não se encontra disponível no Brasil.


- Os produtos comercializados ao público em geral têm o mesmo efeito que o de uma “descupinização” realizada por empresa especializada?

É recomendável que o controle de cupins seja feito por uma empresa especializada que tenha condições de identificar a espécie e que conheça a biologia da praga em questão. Isso porque a reincidência de infestações é muito comum. Assim, um programa de monitoramento deve estar sempre associado ao controle de cupins.


- O cupim pode transmitir algum tipo de doença ao homem? Ou animais?

Não. Os cupins não são vetores ou causadores de doenças.


- Porque nos centros urbanos houve crescimento no número de infestação por cupim?

A presença de cupins tem aumentado devido à expansão urbana e às práticas de construções existentes. Durante a construção de residências e edifícios, o material que contém celulose, ou seja, a base de madeira, utilizado na obra aumenta a disponibilidade de alimento para estes insetos. O crescimento rápido e desordenado das cidades também contribuiu com a alteração do ambiente e diminuição das áreas vegetação eliminando também  alguns inimigos naturais e fazendo com que o cupim se adapte ao ambiente urbano


- Cupim é a mesma coisa que “broca”?

Não. O cupim é um inseto social da ordem Isoptera, já a broca é um besouro pertencente à ordem Coleoptera, que se alimenta de madeira na fase de larva e, quando se tornam adultos, perfuram a superfície para sair. Cada buraquinho corresponde a uma única broca e da madeira atacada sai um pó semelhante a um talco fino e dos cupins são grânulos.


Uma pergunta bem frequente é: em que época do ano devo descupinizar ?

Clique aqui e veja a resposta!



Se por acaso você ainda tem alguma dúvida sobre cupins e, entre em contato com nossa equipe, teremos o prazer em ajudar você.

Clique aqui e solicite seu orçamento via WhatsApp ou se preferir ligue no 3439.3110








ALPHA-CLEAN-Controle-de-Pragas-Dedetizadora-criciuma-içara

Alpha Clean Controle de Pragas
Rua Domingos Zanatta, 347 - B. Criciúma | SC | CEP 88815-320

(48) 3439-3119 | 99963-3389 |

© Direitos reservados | By: PRÓEMI.studio

ALPHA-CLEAN-Controle-de-Pragas-Dedetizadora-criciuma-içara

Alpha Clean Controle de Pragas
Rua Domingos Zanatta, 347 - B. Criciúma | SC | CEP 88815-320

(48) 3439-3119 | 99963-3389 |

Empresa Certificada:
ALPHA-CLEAN-Controle-de-Pragas-Dedetizadora-criciuma-içara

© Direitos reservados
By: PRÓEMI.studio